Rondônia - 01 de Outubro de 2014    -    Galerias 1.  capa   ¦   2.     ¦   3.  

POLICIAIS CIVIL E MILITAR PRENDEM QUADRILHA QUE EXPLODIU CAIXA ELETRÔNICO

, 08/04/2012 12h51

 (Foto: ) Ampliar imagem:  (Foto: )
Foto:
No total, 06 pessoas foram flagranteadas, entre elas 03 são do Estado do Mato Grosso. Cinco veículos e uma farta munição de fuzil de calibres .762, .556 e .30, foram apreendidas em poder da quadrilha. A polícia conseguiu recuperar aproximadamente 48 mil reais, que foram levados do caixa eletrônico.

Depois que a Polícia tomou ciência sobre a explosão do caixa eletrônico, localizado no interior do Idaron, em Cacoal, as equipes começaram a investigar o crime e por volta do 12h00, chegaram até uma residência na Rua "A", bairro Vilage do Sol I, onde supostamente era o esconderijo dos criminosos.

Os policiais realizaram o cerco nas proximidades e ao entrar na tal residência, se depararam com aproximadamente 10 pessoas. Algumas delas, foram vistas jogando sacolas com dinheiro pela janela.

Dentro da casa estavam: Enilton Moya Contigio; Tauam Almeida de Lima; Andre Luiz Lucas; Luiz Alberto Rezende dos Santos; Tiago Jose Gomes de Armondes; Laelton dos Santos Monteiro e Anderson Moreira de Souza. Uma pessoa identificada por Mailson Garbecht consegui fugir antes da polícia chegar. Parte deles, residem em Cuiabá/MT, e já estavam sendo investigados pela polícia daquele Estado, sob a suspeita de envolvimento em vários roubos a banco.

Em poder da quadrilha, os policiais encontraram várias mochilas, contendo aproximadamente R$ 48 mil reais em dinheiro e uma farta munição de fuzis de calibres .762, .556 e .30. Armas estas, utilizadas em guerra, pois tem grande poder de fogo, chegando a furar carros blindados.

O FURTO

Segundo o depoimento do André Luiz, o mesmo reside em Cuiabá/MT e foi convidado pelo seu comparsa, Laelton dos Santos Monteiro, residente em Cacoal, a participar da ação criminosa.

Ao aceitar o convite, Laelton dos Santos, se deslocou com um veículo Pálio, de placas AOK 0935, até a Capital mato-grossense e o trouxe para Cacoal, juntamente com Enilton e Luiz Alberto.

Ao chegar em Cacoal, ficaram escondidos na residência do Mailsson, até o dia do crime.

Após o furto, reuniram-se novamente no esconderijo e lá, dividiram o dinheiro. Antes da chegada da Polícia, Mailsson pegou a sua parte no furto e saiu do local em uma camionete L-200 de cor preta, levando as armas e mais munições. Ele ainda encontra-se foragido.

No decorrer do dia, houve mais prisões, mas para não atrapalhar as investigações, as imagens e nomes não foram divulgados pela polícia.

Fonte: Comando 190 

Ínicio     Notícias     Bastidores     Fale Conosco     Galeria de Fotos     Vídeos

 

 

© 2006 - 2014 - Todos os direitos reservados